18 de julho de 2016

[K-Drama] Healer

Oi genteeee, tudo beeeem??

Acho que depois de alguns posts com temas diferentes de k-dramas, tá bom voltarmos para mais uma resenha, certo? Certo. Então, continue comigo nesse post, porque você não vai se arrepender!


Título: Healer (힐러)
Capítulos: 20
Ano / BN: 2015 / KBS2

Ok, como foi meu processo de escolha para assistir Healer: eu estava procurando dramas novos pra ver, dramas que não fossem tão conhecidos, e me deparei com um vídeo da Midori (já antes visto, mas vi de novo pra ver se me interessava por algum dos que ela tinha recomendado) e eis que surge o nome: Healer. Ok, achei a premissa interessante, apesar de não saber muito sobre o que se tratava a história - e agora, depois de assistir eu sei o porque -, mas o que me puxou para assisti-lo mesmo foi o tal beijo que "todo mundo" falava (interesseira? Talvez). Vocês sabem que beijos em dramas são superficiais, só boca com boca, sem nada mais, então Healer foi diferente porque o beijo não era assim.
Percebam a minha surpresa (e alegria) que Healer se tornou algo muito maior do que apenas "um beijo melhorzinho em um drama coreano".


Minha Sinopse
Healer é um mensageiro noturno: ele faz qualquer tipo de serviço, desde que não envolva assassinato, tudo porque ele precisa de dinheiro para comprar uma ilha e um leopardo. Acontece que, por conta de um serviço "mal executado", Healer acaba sendo acusado de matar uma pessoa; mas mais que isso, ele recebe outro trabalho no qual precisa seguir uma garota que esconde alguns mistérios, á pedido de um cliente que parece ser mais misterioso ainda.

Personagens
Healer/Seo Jung Hoo/Park Bong Soo (Ji Chang Wook): o herói da nossa história. Por ter crescido num estilo de vida 'diferente', Jung Hoo não tem muita ambição na vida. Ele não tem um propósito e não procura se destacar; pelo contrário, ele deve se manter escondido por conta de sua 'profissão'. Parece ser alguém quieto, introspectivo, mas isso não descreve nem de longe a personalidade do moço.


Chae Young Shin (Park Min Young): a mocinha doida que de indefesa não tem quase nada. Ela tem sim seus traumas e medos, como todo mundo, mas não é aquelas personagens que estão sempre esperando pelo mocinho fazer alguma coisa. Se ela quer algo, vai atrás, independente das consequências, e está sempre tentando seu melhor, mesmo apesar das dificuldades.


Kim Moon Ho (Yoo Ji Tae): um jornalista muito famoso e importante na Coréia. Ele tem um passado meio macabro (acho que essa não é bem a palavra, mas vai ficar assim mesmo), mas é uma pessoa que tem um coração muito grande e bom. Ele foi o norte de todo mundo no drama, guiando os acontecimentos e plots.


Ahjumma/Jo Min Ja (Kim Mi Kyung): a hacker por trás do Healer. Ele não pode fazer todas as coisas que faz sozinho, certo? Precisa de um apoio e suporte para cumprir todos os serviços, e quem melhor que uma hacker "senhorinha" inteligentíssima para cumprir esse papel?


O Tema
Meu gênero de seriado preferido é policial. Amo histórias de investigação que envolvam crimes e mistérios em que o desfecho é algo surpreendente e que me faz querer assistir tudo de novo pra passar pelas mesmas sensações. Então, outro motivo por eu ter escolhido Healer foi o gênero, também. E não me arrependi. 
(Sinto que se eu falar qualquer coisinha sobre o drama, estarei jogando spoiler pra vocês, então vou tentar me segurar o máximo.)
Apesar da história ser sobre a vida das três primeiras personagens citadas alí em cima, o enredo gira em torno de um acontecimento do passado, envolvendo um mistério entre 5 amigos. E todo esse mistério será resolvido nos tempos de hoje, com direito á bandidos, lutas, gente sarcástica, ação e tudo o que a gosta nesse tipo de drama (ou o que eu gosto, sei lá). 
Pelo Healer ser um cara que faz vários serviços, ele tem conhecimentos dignos o suficiente pra trabalhar na C.I.A. ou algum programa super inteligente do mesmo tipo, além de saber se portar para o tipo específico de trabalho. 
Resumindo, se você não é chegada numa açãozinha, corre-corre, bate-espanca-mata bandido, Healer não é recomendado para você.

   
   tumblr_ngfrbq7tVD1tbkvhto4_r1_250.gif   
   

O Romance
Eu achei que Healer seria um drama só de ação mesmo, no qual eles botaram uma menina bonita e um pouquinho de amorzinho pra chamar a atenção do povo, mas não foi bem assim. Pra um drama do gênero, até que temos muitas cenas de romance! E como não é um drama colegial, consequentemente não temos um casal colegial, bobinho (desculpem, eu realmente sou bem seca pra romance e casais mimizentos). Não teve enrolação, não teve drama desnecessário, não teve mimimi, ou seja, um drama perfeito pra mim (depois dessa vou caçar mais dramas na temática adulta), hahaahaha
Não vou dizer nada sobre triângulos amorosos, porque novamente, se eu falar demais sinto que soltarei spoilers, mas acho que posso dizer que esse clichê dos dramas de romance não teve vez em Healer (os pontos positivos só aumentam nesse drama, olha só).
MAAAS... Isso não quer dizer que não houveram cenas fofas, dignas de "owwnnn's" da minha parte, porque tem vezes que nem eu aguento tanto fofura u.u



   


Os Vilões
Diferente dos vilões de MLFTS (que eu já resenhei aqui), os vilões de Healer são realmente terríveis e quase insuportáveis. Os atores fizeram um ótimo trabalho ao passar todas as características verídicas necessárias em um vilão, e tiveram muito sucesso. 
Healer é um drama que não vai te fazer pensar que tudo vai acabar bem no final das contas, porque além de ter muitas reviravoltas, você começa a pensar que o bem não vai vencer coisa nenhuma, e que todo mundo vai se ferrar (motivo dos meus muito baldes de lágrimas derramados durante o drama). Me desesperei zilhões de vezes, a ponto de querer entrar na história e dar um belo tabefe na cara dos fulanos, que atazanavam a vida das minhas personagens queridas. 




O Roteiro
Uma salva de palmas com rodada de bis e em pé para a roteirista de Healer! Conseguiu explorar todas as personagens (mesmo as que se achegavam ao longo do drama) de forma que nos sentíssemos bem próximas delas, e trabalhar em tudo o que propôs desde o início muito bem. Ela não ficou de enrolação, não teve rodeios, mas ao mesmo tempo as coisas que deveriam levar algum tempo para serem desenvolvidas tiveram esse tal tempo - ou seja, tudo se encaixou em todos os 20 episódios!
Não achei furos na história, todos os mistérios apresentados tiveram seu desfecho digno de um ponto final, e ainda podemos ter a "chance" de decidir o futuro de algumas personagens, pois apesar de nos explicar tudo, algumas coisas ficam a critério do telespectador imaginar o que acontecerá em seguida.
Então para um drama vindo de um país onde a grandíssima maioria de seus dramas acabam nos deixando a desejar algo mais elaborado, Healer até que foi 'completo' nesse sentido, nos proporcionando apenas um gostinho de 'quero mais', e aquela vontade de assistir tudo de novo!
(Deixa eu só abrir um parênteses aqui, muito importante: pessoas que assistiram City Hunter antes de assistirem Healer, PAREM DE COMPARAR OS DOIS. Parem de comparar personagens, parem de comparar atores e atrizes, e principalmente, parem de comparar história/roteiro. Porque o que teve de gente falando dos dois pela internet me encheu o saco. Ok agora? Ok.)

   
   
   

Os Flashbacks
O drama é cheio de flashback, e acredite, eles são extremamente necessários para a compreensão da história. Por causa deles também, nos sentimos alí, junto com as personagens, entendendo melhor como aconteceu cada coisa e nos emocionando, porque não sei vocês, mas eu sou uma pessoa muito saudosista, então flashbacks têm o costume de acabar comigo - no bom sentido.


   

A Protagonista
Como não enaltecer essa bela mocinha que me deixou orgulhosa??
A moça, apesar de ser doidinha (o que só deixou tudo mais legal), cantar quase toda hora e ter umas ideias meio malucas, não é impulsiva em nenhum momento, além de ser muito esperta e inteligente. Corria atrás do que queria e não ficava atrás de ninguém. 
Teve gente também falando mal do cabelo da atriz (do que esse povo não fala mal, né? Eu hein, vão arranjar algo mais interessante pra fazer na vida!), mas pra mim ela é uma linda de qualquer jeito (vide instagram da moça). Não é a toa que ela ganhou prêmios pela atuação, além de 'melhor casal' com o Chang Wook (eles tinham muita química, seríssimo). Só desejo mais sucesso para essa garota talentosa - além de ir procurar todos os outros dramas e filmes que ela fez pra assistir.


   

O Healer
Eu não conhecia o ator que deu vida ao nosso mensageiro noturno, mas assim que assisti o primeiro episódio e fui stalkear a vida do ator, ele já entrou pra lista de crushes. Ô homem bonito! E já no primeiro episódio nos deixa babando com uma cena em que seus abs estão alí pra qualquer um ver (ai, ai... HAHAHA). 
Durante o drama ele teve que interpretar três pessoas (não posso falar mais: spoiler), e nas três personagens eu consegui ter ataque de fangirl. Todas as caras & bocas que ele fazia me deixavam mais ainda apaixonada. A voz maravilhosa também, SENHOOOR, QUE VOZ. Com qualquer roupa, de qualquer jeito esse homem ficava bonito, mas que coisa. 
Enfim. Depois de Healer vou caçar tudo o que esse homem fizer pra apoiar mais ainda (ele aparece num vídeo agradecendo por Healer ter ganhado o prêmio de Melhor Drama Melodrama no DramaFever, você pode conferir aqui)!


   





A Ahjumma
A famosa e inteligente parceira hacker do Healer. Apesar de nunca terem se conhecido (apenas ela sabia a aparência do Healer, óbvio, porque ele nunca viu o rosto dela), eles tinham um relacionamento muito próximo; arrisco até a dizer de família mesmo. Sempre com os melhores comentários e cantando músicas do nada, ela era o xodó do Healer, hahaha. Era toda hora "ahjumma!", "ahjumma!", que até eu comecei a chamar a mulher assim. ;p
Esse é o terceiro drama que assisto com a atriz (ela também está em The Heirs, fala se não é só sucesso a mulher?? ❤❤❤), e fico orgulhosíssima por sua atuação só melhorar cada vez mais, independe do papel que esteja fazendo. 



   



As Músicas
Pra começo de conversa, como não gostar de um drama que tem um pouquinho de TVXQ, BEAST, Bruno Mars, Cristina Perri e 2NE1 na Ost?? É. Vamos lá, porque nesse drama só tem música boa.

Healer Theme Song - Instrumental
Healer ganhou meu coração ao tocar a música instrumental principal, tema do drama, que nos acompanhou até o final (é ao som dela que escrevo esse tópico, aliás). E toda vez que começava a tocar me dava uma vontade de chorar (e em muitas vezes eu chorei mesmo). Sou uma pessoa que associa muito uma determinada música com alguma cena de alguma coisa que eu assisti - ou até vivi mesmo -, e toda vez que essa musiquinha tocava, era numa cena muito emocionante que me fazia ficar toda animada e parecendo uma doidinha pulando na frente do notebook, hahaha
Acho que nenhuma música instrumental vai ser tão mais triste e nostálgica do que a música tema de Healer, é realmente perfeita.


Eternal Love - Michael Learns To Rock
A MÚSICA MAIS LINDA DO MUNDO. 
Igual á explicação acima, toda vez que tocava essa música eu caía em prantos, chorando até não poder mais. Não tem como não associar essa música á Healer. Pra sempre.


When You Hold Me Tight - Yael Meyer
Essa música é muito gostosinha, daquelas pra você ouvir quando estiver indo viajar, no carro, no ônibus, no avião, sei lá. Sabe quando você estiver em um dos seus lugares preferidos do mundo, de dia (isso quer dizer: esteja nesse lugar com sol, não á noite, ok?), naquela paz...? Enfim, eu sinto muito isso (principalmente nas vezes em que eu vou pra Minas), e essa música já virou companheirinha. Ela me lembra bastante a música Everybody, da Ingrid Michaelson.


Tem também outras música lindas e que valem a pena serem ouvidas, mas todos vídeos que eu achava era com cenas do drama, e acho que elas dão spoiler.... :((( Então você podem conferir o nome de todas aqui, ouvir uma por uma e se amarem :D
(Inclusive, o próprio Ji Chang Wook canta também, numa voz muito bonita!)

Pontos Negativos

Casinha das GifsTalvez, TALVEZ.... A pequena correria no final do episódio 20 tenha sido algo que me incomodou (não gosto quando os autores são obrigados a terminarem logo uma história e aí apressam tudo no final), mas foi algo pequeno, e sem muita importância, porque como eu disse antes, todas as pontas são fechadas no final de tudo. Mas vai de cada um, né?

Eu quase mor-ri nessa cena.

Classificação: ***** (5 estrelinhas, óbvio). Amei do começo ao fim. Healer me fez passar por muitas emoções e mesmo depois de fazer alguns diazinhos que eu terminei, ainda não consegui superar. Chorei muito (nossa, como chorei nesse drama) e ri muito também. Com certeza entrou pro hall de queridinhos da vida, recomendadíssimo.


É isso gente. Espero que tenham gostado e que queiram assistir Healer e tirar suas próprias conclusões agora. E sinto muito, mais uma vez, por não poder ter falado mais e explicado melhor sobre o drama, mas é que eu não queria dar spoilers mesmo, e eu sou daquelas que gosta de ter surpresa com tudo!
Até mais!

2 comentários:

  1. Como já diria o Naruto: “Eu nunca volto atrás com a minha palavra, pois esse é meu jeito ninja”. Então, como boa seguidora do meu querido ninja laranja de Konoha, eu não poderia falhar com o lema, não é mesmo? Por isso, aqui estou eu, como prometido, de volta para comentar na resenha de Healer. Yey!

    ~ Yoo, Bolinha de Luz, como vai?

    Bom, antes de comentar sobre a resenha, vamos a minha historinha (que de pequena não tem nada hahaha)... Healer estava na minha listinha de “Doramas para assistir” desde o seu lançamento (2014), simplesmente por se tratar de um dos meus gêneros favoritos [Nota: meus gêneros favoritos de doramas são: épicos (topo dos favoritos <3), ação, suspense e policial. Não sou muito chegada em romance e coisas do gênero, mas eu assisto também porque sou dessas hahaha). Minha vontade de assistir o drama só aumentou quando o blog “Divaneandoo” mencionou Healer no seu post de “Melhores dramas de 2014” (aliás, nessa lista “It’s Okay, That’s Love” ficou em primeiro lugar <3). Foi nesse exato momento (acredito eu, porque eu sou burra e nem lembrava mais desse fato, como você vai perceber a seguir) que eu resolvi baixar Healer. Em outras palavras, eu tinha esse drama baixado no pc há 2 fucking years. Porém, por algum motivo (que eu não sei e não me lembro) Healer foi deixado para trás. Mãaas Graças aos deuses, a sua pessoinha linda e iluminada assistiu Healer e me induziu assisti-lo. Como boa amiga que sou u_u, logo que você indicou corri baixar o drama. Bom, acho que essa parte da história você já sabe, né (porque eu contei no tt e tals)? Qual não foi a minha surpresa quando eu fui jogar a pasta “Healer” na pasta “K-Dramas” e o pc retornou a mensagem dizendo que já havia um arquivo com aquele nome [Deseja substituir ou ignorar? Querido, eu desejo retirar meu certificado de burra, porque né? Peloamordedeus!]?
    A parte boa disso tudo é que eu anotei todos os dramas que eu tenho baixado [Burra duas vezes não, né?] e fiquei suuuuuuuper felizinha em saber que eu também tenho “Empress Ki” (outro dorama – porém épico <3 - também com o Chang Wook - e com a linda Ji Won, que fez Secret Garden que eu tanto amo <3. Segundo o meu pc, assim como Healer, eu tenho esse drama baixado desde de 2014 também. Ah! “Empress Ki” também está na lista de “Melhores dramas de 2014” do blog Divaneadoo. Chang Wook arrasa, né?)
    Fim da “historinha” vamos ao que interessa, né?
    O que eu achei de Healer? Bom, como eu já esperava desde 2014 quando eu baixei esse drama, minhas expectativas a respeito de Healer foram mais do que alcançadas (só me arrependo de não ter assistido logo quando eu baixei <3

    Agora se me permite, vou citar 1 ponto positivo a respeito da sua resenha e 1 ponto negativo.
    Ponto positivo: é uma resenha super completa. Ponto negativo: é uma resenha super completa hahahahaha Miga do céu, fica difícil comentar quando você já falou tudo o que precisava hahahaha Aqui vou eu tentar achar algo para comentar, porque né? A dona Bolinha de Luz não deixou nenhuma brecha, meodeus!

    *2000 YEARS LATER*
    Ai miga desisto, já reli a sua resenha 7 vezes (eu juro!) e não acho nada que eu possa comentar ou acrescentar. A única coisa que eu consigo fazer é concordar. Concordo com tudo o que você disse, sem tirar e nem por. Eu não escreveria a resenha tão bem quanto você, mas a minha opinião a respeito do drama é exatamente como a sua. ESSE DRAMA É MARAVILHOSO! HEALER MERECE SER AMADO! DORAMEIRAS DE PLANTÃO, AMEM HEALER, PFV! AMEM CHANG WOOK! AMEM TUDO NESSE DRAMA!
    Só tenho uma coisa a dizer, a única coisa que eu não gostei desse drama é que mais uma vez a Korea esfregou na minha cara que eu não vou ter um Chang Wook na minha vida e muito menos um Healer. Muito obrigada Korea, por cada dia que se passa me tornar uma pessoa mais sofredora e iludida T^T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai miga, socorro, meu comentário tá muito boxta (tô beeeem chateada)! Como proceder? Afs, eu AMO as suas resenhas, mas odeio comentar nelas T^T Nunca tem o que comentar! Enfim, eu sei que esse comentário está bem ruim, mas ai, o que fazer? *tô realmente desesperada* Se quiser, quando for responder esse comentário me pergunta qualquer coisa que depois eu volto pra responder <//3

      Excluir

Bem vindo ao 'Dois Pontos'!
Obrigada por comentar!

Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo