22 de julho de 2019

Tirando a poeira *cof*

 Olá pessoas! Eis que apareci novamente, depois de tanto tempo. Não, eu não abandonei o blog, apenas comecei a trabalhar (pra glória de Deus). Eu achei que esse dia nunca chegaria? Achei. Mas Deus foi mais misericordioso e me abençoou 🙏🙏
Pra vocês terem noção, estou escrevendo esse post do celular, no meu break (intervalo), porque a vida está tão corrida que nem tempo pra ver vídeo no youtube eu tenho mais. Vários canais que eu acompanho estão desatualizados (principalmente os de livros. Não sei de mais nada que lançou!!), vários amigos deixados no vácuo (sunbae, desculpa pela milésima vez), e a lista só cresce.

Mas enfim, chega de desculpas, vamos falar sobre como minha life está indo: sou teacher, e o ambiente em que trabalho é maravilhoso (ambientes tóxicos: aqui não temos!!). A escola é muito boa, a metodologia é ótima (e todo mundo elogia que aprende rápido), e o meu salário é bom também (que cá entre nós, isso mexe muito com a gente!).
Só tenho a agradecer a Deus todos os dias por essa bênção. #blessed

Além do trabalho, dois cursos estão tomando o meu tempo também. Às terças-feiras eu faço fotografia. Minha professora é muito boa, tem um currículo bom e leva a gente pra fazer ensaios uma semana sim/outra não (essa é a melhor parte do curso, admito). Estou aprendendo muita coisa, e apesar de não querer ter a fotografia como emprego principal, se surgisse a oportunidade de fotografar como hobbie, eu não acharia ruim não....
Enquanto isso, às quintas-feiras, eu faço Libras (a segunda língua oficial do nosso país, caso você seja ignorante quanto á isso). Minha professora é surda, mas fala. Ela conseguiu fazer uma faculdade e hoje tem 3 empregos (ganhou do Julius). Não é um curso fácil (até mesmo porque aprender uma língua nova exige disciplina e muita prática), mas eu estou gostando bastante. Ela dá vários exercícios que nos obrigam a conversar em Libras e nos faz apresentar coisas lá na frente (por incrível que pareça, eu não fico desconfortável com essa parte. Acho que o trauma que eu tinha era só com a escola mesmo).
Os cursos têm apenas 10 aulas e eu já tive 6 aulas de ambos, ou seja, em agosto acaba. Apesar de ser algo rápido (e de graça), torçam por mim!!

Em contrapartida à todas essas coisas boas, ontem (domingo, 21), um primo muito querido meu faleceu. Foi bem de repente, ninguém esperava (ele tinha apenas 20 anos), e foi um choque pra família. Minha mãe chorou demais (ela era madrinha dele), e todo mundo tá devastado.
Ainda não caiu minha ficha, e acho que só vamos perceber a falta dele no dia-a-dia.

Eu tenho vários posts pra fazer aqui pro blog, várias atualizações e recomendações, mas por enquanto vamos nos manter nos básicos (eu também não tenho direito á férias por não ter 1 ano trabalhando, então esse mês de julho estive na labuta sem parar).
Minha saúde está ótima, tudo bem com minha família e amigas, altos planos para o futuro, e finalmente posso comemorar que agora sou dizimista na igreja o/

Desculpe se esse post foi inútil pra você, mas eu quis postá-lo pra não deixar esse cantinho desatualizado. Ainda tenho bloguinhos amigos pra comentar, e um desafio de postagens pra participar, mas vamos fazendo as coisas com calma, certo?
Obrigada por ler até aqui, e até a próxima (que eu espero do fundo do coração ser próxima mesmo)!


[post cheio de gifs da minha diva eterna, Selena Gomez, 
em homenagem ao aniversário de 27 anos dela]

31 de maio de 2019

[K-Drama] Just Between Lovers

Olá pessoas!
Voltei com outra resenha, de um kdrama bem dramático e triste; assisti faz algum tempo (eu vi tudo até que bem rápido) e estava enrolando pra fazer a resenha. Talvez eu não solte assim que escrever, então não sei quando ela vai sair.
Espero que gostem!


Related image

Título: Just Between Lovers / Rain or Shine (그냥 사랑하는 사이)
Episódios: 16
Ano/BN: 2017-18 / JTBC

Esse drama estava na minha lista, mas num lugar bem futuro; eu realmente peguei pra assistir de forma bem aleatória, eu não estava procurando um melodrama nem nada do tipo.
Já tinha lido muitas críticas positivas pelas dorameiras afora, e várias frases que inspiraram as pessoas, então eu sabia que seria um bom drama. E foi mesmo -espero poder explicar direito nessa resenha.

Related image

Minha Sinopse
Devido á um grande acidente num dos maiores shoppings da cidade, dentre tantas vítimas e familiares de vítimas, 3 pessoas têm suas vidas entrelaçadas de uma forma que definirá o futuro utilizando acontecimentos do passado.

Personagens
Lee Kang Doo (Lee Junho - 2PM): um ótimo rapaz que está sempre se esforçando no que pode fazer, mesmo com suas limitações comprometendo bastante ás vezes. O Kang Doo era todo debochado e eu adorava isso! hahaha Foi uma grata surpresa ver o Junho atuando, porque eu acompanho o 2PM há anos, e ainda não tinha tido a oportunidade de ver esse moço mostrando seus outros talentos. Destaque especial para a voz maravilhosa também (mas vocês já sabem que eu sou a doida das vozes).

Image result for just between lovers poster


Ha Moon Soo (Won Jin Ah): uma moça que sofreu muito com o desabamento do shopping, e que viu sua família se desfalecer com o passar dos anos. Ela é uma arquiteta de maquete (não sei o nome certo dessa profissão), e apesar de ter se tornado uma pessoa triste, ela lida com a vida do melhor jeito que pode.
Foi minha primeira vez com a Jin Ah, mas eu já sabia que ela tinha um currículo muito bom com cinema (acho que na TV ela tem apenas 3 títulos), então já esperava uma atuação que me agradasse.

Image result for just between lovers poster


Seo Joo Won (Lee Ki Woo): o cara mais alto do mundooo, meu Deus, eu ficava chocada quando ele aparecia em cena com outros atores, hahaha
O Joo Won é um empresário-engenheiro que está envolvido num projeto muito importante (tanto para a empresa parceira quanto para ele mesmo, de forma pessoal), e justamente por isso tem sempre um cuidado especial em tudo o que faz.

Image result for just between lovers poster joon woo


Temos outras personagens maravilhosas no drama, mas eu não vou colocar todas aqui, porque a graça é você ir descobrindo cada uma no tempo certo.


O Drama
Pela sinopse você já pode perceber que a história é um drama. A temática do desabamento de um shopping é algo muito forte, se você pensar nas vidas perdidas por causa de um erro (humano, talvez?), e no que isso resulta futuramente.
Just Between Lovers aborda as vidas dos familiares, dos agregados e principalmente: dos sobreviventes. É choro atrás de choro, situações ruins seguidas por situações desagradáveis, cenas do que poderiam ter acontecido, personagens lutando contra si próprios e contra seus medos... Enfim, é um drama pra você não assistir se tiver na sofrência.

   

   
   
A sabedoria desse moço....! 


O Ritmo
Apesar do drama ser bem melancólico e cheio de frases ótimas pra você anotar (eu anotei várias no meu caderninho), o ritmo é lento. Não espere grandes acontecimentos ou reviravoltas (até tem algumas, mas não são graaande coisa), porque a intenção da novela é mostrar como o ser humano se sente em relação à tragédia.

   
   
   


O Romance
Eu esperava que não tivesse tanto romance quanto realmente teve, porque apesar dos pôsters conterem casais e o nome do drama ser "apenas entre amantes", eu não conseguia imaginar o amor na realidade que eu estava vendo (até o 3 episódio, eu acho), então foi uma grata surpresa, porque eles souberam mesclar o choro com as cenas de amorzinho muito bem.
Eu realmente surtei em algumas cenas!

   


      
Olha esse homem!! Falando essas coisaaas!


Música
A Ost do drama é cheia de músicas melancólicas e regadas a pianos e momentos de apreciação, só com a melodia, então vou colocar as duas que me marcaram (e que me faziam querer chorar toda vez que tocavam).

I Open My Eyes - Zitten
O piano e a letra dessa música.... Lembro dos momentos em que ela tocava e me deixava com o coração apertado. O refrão é ótimo também.



Aurora - Savina & Drones feat. Kim Kyung-Hee
Essa foi outra que só com o toque do fundo, e a bateria devagar, misturado com a voz linda da cantora deixa tudo com um clima bem sério. A letra também é bem triste, de deixar a gente angustiado.



Pontos Negativos
Aconteceu uma coisa no episódio 14, se não me engano, que criou outro problema dentro de um problema da história principal que eu achei um pouco desnecessário. Não é fora do tom do drama, mas se eles tivessem escolhido outro caminho eu teria achado melhor.
Ah, a Moon Soo me incomodou algumas vezes, quando ela agia de forma meio insensível (acho que eles quiseram mostrar a personalidade dela), mas nada que faça dela uma personagem/protagonista ruim.


Classificação: ***/5 (quase ótimo). O drama me deixou angustiada em alguns momentos, e me fez ficar chorosa também. As paisagens me causaram um mix de sentimentos (elas são muito importantes!), e as lições que o drama passam ficarão comigo pra sempre.

Vou indo.
Até a próxima!

30 de maio de 2019

Book Haul #1 + O que andei lendo?

Começo esse post toda feliz por motivos que você saberão mais pra frente, no decorrer da leitura. Já adianto que teremos textão e recomendações, e as minhas sinceras opiniões também, porque você já sabe que esse blog é pessoal e contém muito do que eu penso sobre as coisas.

Olá, como vai você??
Até que voltei rápido, e com um post que não é sobre dramas coreanos!, olhe só~~

[Minha sunbae sempre coloca uma trilha sonora em todos os posts e eu sempre achei isso legal, mas nunca tinha experimentado fazer. Então acho que nada mais justo começar com essa "tradição" nesse exato post, porque eu acho que combina e é isso aí.]


Dia 25 de maio eu fiz uma compra na Amazon pela primeira vez (sim, eu nunca havia comprado nada lá), e a experiência foi ótima (principalmente porque o frete foi grátis hehehe). Minha sunbae me ajudou com todas as perguntas e com a minha lerdeza em mexer no site esquisito da Amazon (sério, eles podiam mesmo melhorar aquela interface, colocar umas cores, deixar mais alegre, sei lá), e então eu escolhi os livros que eu mais queria ler no momento -e os que estavam com preço bom- e passei o cartão de crédito.
Eles chegaram hoje á tarde, ou seja, eu nem esperei muito; se considerarmos que aguardar ansiosamente uma encomenda é uma das melhores partes de fazer uma encomenda, saiba que meu "nervosismo" pela chegada deles foi totalmente saudável (eu já fiz compras anteriormente nas quais fiquei quase arrancando os cabelos esperando o carteiro. E digo de compras nacionais mesmo, porque as internacionais eu sabia que só viriam de avião/navio, então acabei esquecendo que tinha comprado, aí quando elas chegaram, eu: "olha só! É mesmo, eu tinha comprado esses livros aqui!").
Como quero esse post bonitinho, seguem fotinhas que eu mesma tirei com meu celular (ou seja, nada profissional), só pra ilustrar enquanto falo das minhas expectativas sobre as futuras leituras (lembrando que eu não sei se lerei todos os livros que estarão aqui, porque já tenho outras na minha estante na fila).


A Fúria e Aurora - Renée Ahdieh
Pelo que eu entendi, esse aqui é tipo uma releitura de 'As Mil e Uma Noites' (descobri que a autora é coreana, mas um de seus pais é norte-americano, então ela mora desde sempre no EUA), e a Mari do MarianaReads disse que é um romance YA muito gostosinho. Eu gosto de romances YA gostosinhos, e como por enquanto não vou assistir Alladin já que o Cinemark decidiu que todo mundo na face da Terra só gosta de 3D, pelo menos vou entrando no clima das "noites da Arábia".




Pule, Kim Joo So - Gaby Brandalise
Desde que a Gaby (visite o canal dela aqui!) disse que estava escrevendo um livro baseado em dramas coreanos e que capítulos de amostra estavam disponíveis no Wattpad, fui correndo conferir. E aí quando ela disse que o livro ia sair em formato físico, por uma editora, fiquei muito feliz. Primeiro por causa dos kdramas, claro. Não é sempre que a gente vê um livro baseado nas nossas novelinhas sul-coreanas tão amadas. E segundo, porque ver alguém que batalhou muito no mundo da escrita ter reconhecimento e lançar uma publicação, é algo pra se apoiar (principalmente porque no Brasil a gente tem muito pouco disso).


Um Ano Inesquecível - Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças
Esse livro é uma coletânea de 4 histórias escritas por 4 autoras, cada uma se passa numa estação do ano, sendo respectivamente (de acordo com os nomes das autoras aí em cima): inverno, outono, primavera e verão.
Na época do lançamento as moças fizeram tour por quase o Brasil todo e todo mundo que leu gostou bastante (fora que, você economiza na compra de 4 livros por 1, além de poder conhecer a escrita de 4 pessoas diferentes, pra ver se gosta). Sei que comentei anteriormente aqui, num post do Togheter sobre o meu desgosto pelo primeiro livro da Bruna Vieira, mas resolvi dar uma chance porque nesse caso, ela teve que escrever uma ficção com um tema já proposto, e não simplesmente jogou um monte de palavras sobre a própria vida. Vamos ver se vai.


Perdida - Carina Rissi
Esse livro estava na minha wishlist há muuuuuito tempo, desde que eu li Menina Veneno da mesma autora num outro livro de coletânea de história sobre contos de fadas (aliás, tem uma resenha sobre esse livro aqui no blog mesmo). Me apaixonei pela escrita da Carina e minha vontade de ler só aumentou depois de ler tantos elogios pela internet afora (e por saber que no caso de Perdida, é uma série no estilo romance de época). Acho que todos os livros que eu comprei nessa leva, esse aqui é o mais grosso, com 364 páginas.



Romance com o Duque - Tessa Dare
E temos a Paola do Livros&Fuxicos mais uma vez me influenciando, hahaha
Esse eu comprei por pura indicação dela, por ser um romance de época bem leve e gostosinho (percebam que eu talvez esteja numa vibe "romance gostosinho". vish.), e a capa é linda!! Nunca li nada da Tessa Dare, e todo mundo que leu, diz que esse é uma boa pedida pra se começar.




Cinder - Marissa Meyer
Outro que já estava na minha wishlist fazia séculos, desde que a Mari (do MarianaReads) recomendou a série inteira (são 4 livros, no total). Ela falou com tanta paixão de todos eles (de alguns com não tanta paixão assim), que eu fiquei encantada.
Achei o livro bem menor (tanto de grossura quanto de tamanho, alturaxlargura mesmo) do que eu imaginava, mas estou louca pra ler. Vou fazer leitura conjunta com minha sunbae (olha ela sendo citada pela terceira vez nesse post!), e aposto que vai ser uma experiência ótima, mesmo eu nunca tendo feito isso na minha vida inteira.



Fraude Legítima - E. Lockhart
O único que faltava (publicado aqui no Brasil, claro) da minha autora preferida!
Esse também era outro que eu iria comprar de qualquer maneira, porque só faltava ele na minha coleção de livros da titia Emily Jenkins (esse é o nome real dela), e porque Fraude Legítima é um dos livros mais perturbadores dos últimos tempos (ele não é recente). Não costumo assistir os vídeos da Pâm Gonçalves, mas assisti o que ela sobre esse aqui, e no meio do vídeo ela solta uma frase que acho que descreve bem os livros da E. Lockhart: "você termina de ler os livros dela e se pergunta: eu 'gostei desse livro?' E aí você pensa de novo sobre o que leu, e percebe que gostou sim.
Não comprei nenhum thriller, mas acho que esse aqui vale por pelo menos um suspense.



Um Tom mais Escuro de Magia - V. E. Schwab
Esse aqui foi outro da série "Indicações da Mari do MarianaReads" -ela era a minha booktuber preferida, poxa! Infelizmente ela saiu do youtube :[
Não sei sobre o que se trata direito a história (o vídeo que a Mari fez sobre esse livro é velho, então talvez eu não me lembre), mas sei que as personagens principais (é um casal) são divertidas e fácil de gostar. Se não me engano, Um tom mais escuro de magia é uma duologia.

Clique nas imagens para ampliá-las!



 O que andei lendo?
Entre alguns livros físicos e fanfics (porque né, sempre tenho uma fanficzinha pra quando eu quiser ler uma coisa menos séria e mais pra alimentar a fangirl adolescente que existe em mim), li também alguns livros do Wattpad (sim, eu considero algumas obras do wattpad como livros).

Sábado à NoiteSábado à Noite # 1 - Babi Dewet
Classificação: **
Essa é uma história complicada. Uma história sobre amor e amizade. Uma história sobre jovens descobrindo seu papel no mundo. Amanda é uma adolescente como tantas outras, e ela não tem culpa de ser popular e a menina mais bonita do colégio. Isso simplesmente aconteceu quando ela cresceu. Seu melhor amigo de infância vive se metendo em encrencas com seu grupo bagunceiro e, apesar de serem como irmãos, eles não se falam em público.
Comprei esse livro na Bienal de 2014 e entrei na filinha pra Babi autografar pra mim ("Beijos com brócolis", ela escreveu. É preciso ler a história pra entender), e eu queria muito ler desde a minha compra. Li ano passado e foi decepcionante. Uma verdadeira fanfic (bom, era uma fanfic até ela conseguir publicar independentemente) com uma protagonista enrolada e chatinha. As personagens masculinas do livro são muito melhores que as femininas, o que é muito triste. 
Não pretendo me livrar do exemplar por conta do autógrafo, mas isso não quer dizer que eu vá ler os outros 2 livros da trilogia.


Moça Com Brinco de PérolaGirl with a Pearl Earring - Tracy Chevalier
Classificação: ****
Em meio a sua carreira, o célebre pintor holandês Johannes Vermeer pintou uma moça de turbante e brinco de pérola.
Este famoso quadro, ´Moça com Brinco de Pérola´, tem sido chamado de a Mona Lisa holandês. Às vezes, a moça parece estar sorrindo sensualmente; outras, insuportavelmente triste...
História e ficção se misturam, imperceptíveis, neste brilhante romance sobre sensibilidade artística e despertar da sensualidade por meio dos olhos da jovem que inspirou um dos mais famosos quadros de Vermeer, considerado por muitos especialistas em arte a obra-prima do pintor.
Gente, faz tempo que eu li esse aqui, foi bem antes de ver o filme, e eu JÁ falei sobre o filme aqui no blog, em junho do ano passado. Talvez eu não me lembre de todos os detalhes (meu exemplar é em inglês; foi um dos livros que eu comprei pelo Book Depository), mas lembro que gostei bastante da história. A protagonista é corajosa e guerreira, e acho que no fim do livro fica pro leitor tirar suas próprias conclusões de tudo que foi lido. A história é ótima e bem gostosinha de ler (o livro já foi publicado aqui no Brasil, e eu recomendo ler antes de ver o filme).


O Visconde Que Me AmavaO Visconde Que Me Amava (Os Bridgertons #2) - Julia Quinn
Classificação: ***
Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Todo mundo que é fã de Julia Quinn e dos Bridgertons fala que esse segundo volume é o melhor da série. Então entenda que minhas expectativas eram altíssimas (sério, choveu crítica positiva apaixonada nesse livro, atiçando minha vontade de lê-lo).
Não é que seja ruim, mas não é o que eu esperava. Eu queria um mocinho apaixonante e viciante (que foi o prometido), mas o que vi foi o Anthony, o filho mais velho da família, que me deixou bem nervosinha no decorrer do livro. Diversas vezes me peguei revirando os olhos por alguma fala ou atitude dele, e eu só queria dar um abraço na Kate, e consolá-la por ter se apaixonado por um homem como ele.


Nem só de livro físico vive eu, sendo assim, seguem aqui algumas das histórias que eu li no querido e irritante (por ter apenas a opção de ler naquela tela em branco) wattpad:

 Lições do Amor 2ª, 3ª e 4ª temporadas - @readerwriterpm
Eu já conhecia a história com a 1ª temporada lido no quase, mas ainda não extinto, Nyah Fanfiction. Por muito tempo a 1ª temporada foi a minha fanfic preferida da vida (e eu recomendo muito. Vai ler, sério!), e aí quando descobri que a autora tinha migrado pro wattpad e tinha feito mais 3 continuações, fui correndo que nem doida ler.
Conclusão: são histórias muito boas, mas por terem tantas personagens pra lidar e cuidar, achei que tudo ficou meio corrido. Na 1ª temporada tínhamos apenas 3 protagonistas, e com 71 capítulos deu pra desenvolver tudo sobre todos eles. Mas aí nas continuações aparecem mais e mais pessoas, e quando terminei de ler tudo, eu só queria um livro pra cada um deles, pra mostrar melhor os pensamentos e sentimentos... Livros mais descritivos, deu pra entender? 
Mas mesmo com essa minha crítica, as histórias continuam ótimas, super recomendo.

 Puro Amor@readerwriterpm
Esse história é da mesma autora da de cima, só que não foi publicada no wattpad, mas em um blogger (leia aqui!), e eu simplesmente amei! A temática é extremamente verossímil e atual, além de ter representatividade pelo fato das personagens serem negras.
Recomendo demais, devorei em poucos dias! xD

 Contos de Natal para Viajar - @ClubePS
Uma compilação de 3 contos de três autora diferentes (Lavínia Rocha, Juliana Ribeiro e Clara Savelli, respectivamente) sobre o Natal, que eu li no Natal. São bem curtinhos, mas gostosinhos de ler (você lê os 3 em 20 minutos. Eu tive que esperar, porque eles lançaram 1 por semana).

 Depois que o Amor Acontece (DQOAA #1), Para o Amor Durar (DQOAA #2), O Amor pelo qual Esperamos (DQOAA #3), Quando o Amor Acontece Outra Vez (DQOAA #4) - @PricillaCaixeta
Essa série de quatro livros me deixou viciada a tal ponto que eu não conseguia largar meu celular enquanto não terminasse de ler tudo. 
A história é original (e ela fala sobre clichês), a protagonista é divertida e real, e os diálogos são a melhor parte de tudo (sério, eu até marquei umas frases aqui pra usar na vida real). Claro que nem tudo são flores (e aqui vai um trocadilho, porque o nome da prota é May Rose), e os livros contém algumas coisinhas que me deixaram com raivinha e descontente com alguns rumos que a autora criava, mas num geral, é uma história muito boa. 
Recomendo muito; ah, e a autora ainda fez playlists no spotify pra você conhecer as músicas preferidas da May Rose, uma fanática pelos anos 80 (inclusive, as músicas desse post estão todas incluídas nessas playlists).

Image result for anime book gif

Acho que é isso pessoal. Nossa, esse post ficou enorme. E eu escrevi tudo em um dia. Serviu pra tirar meu bloqueio criativo, isso aí.
No mais, minha vida está indo nos eixos, mas conto mais sobre isso no próximo post.
Beijo!
Copyright © 2014 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo